[RESENHA] GOTHAM: BATMAN NÃO É NECESSÁRIO!

Ainda acho muito cedo para dizer que “Gotham” é um a série sensacional ou fantástica como muitos já tem dito por ai, principalmente por terem sido exibidos apenas 6 episódios até agora. O que seria correto afirmar, é que “Gotham” é uma das produções mais promissoras que temos atualmente. Por tanto, se você ainda não parou para assisti-la, leia essa resenha e corra para ver o primeiro episódio!

gothambanner

Quando surgiram os primeiros rumores sobre essa produção, na qual afirmavam que a Warner estaria planejando produzir uma série sobre os policiais de Gotham, eu fiquei entusiasmado! É óbvio que o mundo do homem morcego tem tudo a ver com uma série policial. Imagine uma cidade atormentada por ladrões, maníacos e assassinos… Agora imagine uma força policial tentando dar fim a tudo isso, mas que ao mesmo tempo, tem que enfrentar um sistema corrupto e ineficaz. Seria algo como uma The Shield (2002), onde policiais combatem gangues e o tráfico de drogas, mas são corruptos. Agora inclua um justiceiro que aparece ocasionalmente para resolver os casos mais complicados… Pois é, pra mim seria uma série e tanto! Para o meu desespero, esses rumores foram rapidamente desmentidos quando a premissa oficial foi revelada: A série iria explorar a carreira do Comissário Gordon muitos anos antes de sua parceria com Batman.

-9e6edbea-31c1-4274-b8b9-e7e8644575cd

Até ai ok, o conceito de uma série policial ambientada em Gotham City ainda estava presente. O medo e a incerteza bateram quando foi revelado que um jovem Bruce Wayne seria um dos personagens principais… O meu medo era de que a Warner desse vida a mais um projeto semelhante à “Smallville”, que embora tenha feito muito sucesso e que também tenha aberto portas para as atuais séries de super-heróis, foi um seriado maçante e extremamente repetitivo. Felizmente eu estava errado e até o momento “Gotham” tem se mantido nos trilhos, fiel a temática policial que eu esperava ver. O melhor é que o tom sério e maduro que a série passa, não lembra em nada as aventuras adolescentes e dilemas amorosos de Clark.

O lado bom: Roteiro, atuações e ambientação.

Personagens-da-série-Gotham-

A trama do seriado gira em torno da ambição que os vilões tem pelo controle da cidade, o que gera algumas reviravoltas e muitos planos para derrubar quem detém esse controle. Tanto que os acontecimentos de cada episódio, a princípio não tem ligação, mas na verdade, são uma alegoria que tenta maquiar um planejamento muito maior, algo que promete ser o ápice da história.

A trama é definitivamente um ponto alto da série, mas são os atores que merecem o maior destaque. As atuações estão realmente muito boas e convincentes, todos desempenham muito bem seus papéis. Embora David Mazouz (Bruce Wayne), Jada Pinkett-Smith (Fish Mooney), Donal Logue (Harvey Bullock) e Sean Pertwee (Alfred) estejam mandando muito bem com seus personagens, Ben McKenzie (James Gordon) e principalmente Robin Lord Taylor (Oswald Cobblepot / Pinguim) estão simplesmente arrebentando e roubando a cena!

Pra mim, Ben McKenzie sempre fora um ator mediano, daquele tipo que não tem muitas expressões… Ou está sério, ou está sorrindo, mas em “Gotham”, McKenzie vestiu uma carranca que caiu como uma luva para o personagem. A cara de insatisfação que o ator faz quando o personagem se depara com alguma atividade envolvendo corrupção é impagável!

gotham-jim-gordon-ben-mckenzie-100707

Oswald Cobblepot surgiu como um ninguém, um mero empregado de Fish Mooney, mas Robin Lord Taylor tem dado um destaque magnífico ao seu personagem. Além de ter traços que lembram o personagem original, Robin tem conseguido expressar toda a ambição e frustração que Cobblepot sente, deixando claro quais são as suas verdadeiras intenções.

goth_41-robin-publicity_3360.rc-photos-lightbox-tbd

A ambientação da série é outro ponto que merece uma atenção especial. Embora seja bem discreta, a ambientação de “Gotham” faz uma brincadeira com o passado e o presente. Em alguns momentos ela apresenta um estilo mais noir e de repente esse clima é quebrado com o uso de um celular ou algum outro elemento moderno, tudo de forma singela e quase imperceptível.

1280x720-nwr-harley-quinn-5-reasons-why-she-ll-be-in-fox-s-gotham

Um ponto que vale a pena ser lembrado é a participação do jovem Bruce Wayne. Embora o garoto ainda não seja um grande ator, sua participação tem sido de extrema importância para moldar a figura do justiceiro, principalmente no quesito investigativo. Depois de dezenas de filmes, finalmente temos um Batman detetive! OK, um pequeno Bruce Wayne desenvolvendo interesse por investigação, mas é o mais próximo que conseguimos chegar do “maior detetive do mundo”.

Gotham-TV-2

Mesmo que possa parecer uma forçação de barra, um garoto ajudar a polícia ou mesmo descobrir indícios de corrupção de uma grande empresa, devemos lembrar que esse garoto não é alguém comum, mas sim um indivíduo brilhante, ainda imaturo, mas brilhante. Algo como um diamante bruto que precisa ser lapidado.

O lado ruim: Ritmo lento e Barbara Gordon.

gotham_104_lanskyofficebuilding_5293r_2fe7570b

Percebi que algumas pessoas reclamaram do rimo da serie, alegando problemas com a falta de dinâmica e ação. Francamente, não sinto isso e acho o seu desenrolar semelhante aos demais seriados com temática investigativa. Acredito que o estilo narrativo de “Gotham” seja parecido com o de “Supernatural”, mas sem a pegada sobrenatural.

O que realmente me incomoda na série é a importância que deram à Barbara Gordon ou Barbara Kean… A personagem de Erin Richards sempre foi um figurante nas histórias do Batman, mas em “Gotham”, a personagem tem se colocado em situações desnecessárias. Não gostaria de ver isso, mas acredito que Barbara ainda deverá revelar algum segredo que a coloque na mira ou envolvida com os vilões do seriado…

Gotham.S01E04_snapshot_23.02_2014.10.19_14.25.18-

Resumindo, “Gotham” ainda é uma série recente, mas já merece atenção e se conseguir manter a qualidade que tem apresentado, ela ainda terá muita história pra contar e um longo caminha à percorrer. Como diz o título da matéria, nesse caso, Batman não é necessário para tornar a história melhor, mas uma hora as coisas vão complicar em Gotham City…

Aproveite e siga o Vambebe no Facebook, no Twitter e também no Google+.

OS HERÓIS MAIS PODEROSOS DA MARVEL: COLEÇÃO CHEGA AO BRASIL

Depois do sucesso que a editora conseguiu atingir com a sua Marvel Graphic Novel, a Salvat prepara o lançamento de mais uma coleção!

marvel7

Aparentemente ainda em fase de testes, a editora Salvat lançou mais uma coleção de luxo que reúne diversas histórias dos personagens da “Casa de Ideias”. Todas as edições são focadas em apenas um personagem específico ou um grupo e apresentam um arco recente, uma história clássica ou uma história de origem.

Na Inglaterra, a mesma coleção (lá chamada de “Marvel’s Mightiest Heroes Graphic Novel Collection”) começou a ser publicada no início de fevereiro e assim como a “Marvel Graphic Novel”, também trará 60 volumes em capa dura.

mmh-logo

O primeiro volume será sobre os Vingadores, trazendo a tão aclamada saga “Ultron Ilimitado”, escrita por Kurt Busiek e desenhada por George Perez, como o arco principal e a história de origem do grupo, como o arco clássico.

Assim como na coleção anterior, ao juntar todos os encadernados, suas lombadas formam uma imagem feita pelo artista Ady Granov.

spinesback

O primeiro volume terá o preço de lançamento de R$ 9,90, a segunda custará R$ 19,90 e depois passa para R$ 32,90. Sua periodicidade será quinzenal.

Tudo indica que a coleção “Os Heróis Mais Poderosos da Marvel” ainda está em fase de testes, principalmente por seu lançamento silencioso, não fazendo qualquer menção no site ou redes sociais da editora.

Tomara que a Salvat realmente esteja fazendo testes, porque não existem condições financeiras de manter as duas coleções…

Aproveite e siga o Vambebe no Facebook, no Twitter e também no Google+.

PARA TUDO! CAPITÃO AMÉRICA 3 IRÁ ADAPTAR A GUERRA CIVIL

Parem as prensas!!!! “Capitão América 3” vai colocar Steve Rogers e Tony Stark frente a frente diante de uma GUERRA CIVIL!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! Ao que tudo indica…

h20WKJ2

O negócio é sério. Segundo o site Variety, Robert Downey Jr. assinou ou vai assinar um contrato para participar das filmagens de “Capitão América 3”. O terceiro filme do bandeiroso irá adaptar a tão aclamada Guerra Civil (ou pelo menos o começo dela) para as telonas, começando assim, uma nova fase para a Marvel Studios.

O retorno de Downey Jr. em um filme do estúdio, quase não aconteceu. Originalmente, a Marvel queria que o ator fizesse uma breve participação no filme, mas Robert exigiu algo que tivesse mais importância dentro da história e que desse a ele mais tempo de cena. Isso levou os roteiristas a desenvolverem um novo roteiro, que para a alegria de uma nação de Marvetes, deve abordar a Lei de Registro de Super-humanos.

Segundo o CBM, “A história colocará Stark contra o Capitão América e seu alter-ego Steve Rogers, interpretado por Chris Evans, diante dos conflitos gerados pela Lei de Registro de Super-humanos, que força todo e qualquer humano com habilidades especiais a revelar sua identidade para o governo dos Estados Unidos e concordar em agir como uma força policial perante as autoridades. Stark apoia o programa enquanto Rogers prega pela liberdade dos direitos civis, levando Rogers a se tornar um foragido. A questão moral e o embate entre aqueles que já lutaram lado a lado nos Vingadores transformará Tony Stark no grande vilão de ‘Capitão América 3’, dando a Downey Jr. uma nova visão para seu personagem no futuro do Universo Cinematográfico Marvel.”

marvel__s_civil_war_logo_by_enoch16-d5i4xt3

Na segunda-feira, a Marvel anunciou que tinha planos para reiniciar o arco da Guerra Civil em 2015, o que se pensarmos de uma forma mais abrangente, irá ajudará a introduzir a história para os novos leitores, preparando o terreno para “Capitão América 3″.

Até que a notícia se confirme, entendam essa história de “Guerra Civil nos cinemas” apenas como um rumor. Um rumor que se encaixa perfeitamente com uma nova versão nos quadrinhos e com as negociações entre a Sony e a Marvel Studios, visando uma aliança. E com isso um Homem-Aranha no mundo dos Vingadores…

Aah cara… Como eu quero ver isso nos cinemas! Parece que eu estava prevendo algo do tipo, sexta-feira (dia 10) resolvi reler o meu exemplar da Guerra Civil e fiquei imaginando como a Marvel poderia adaptar essa obra para os cinemas…

Aproveite e siga o Vambebe no Facebook, no Twitter e também no Google+.

SÍMBOLOS E SEUS VERDADEIROS SIGNIFICADOS [PARTE 1]

Francamente é bem curioso ver como o significado de alguns símbolos perdem o sentido e ganham outro com o passar do tempo. Principalmente quando um movimento ou evento importante, faz uso desses símbolo independente de seu significado.

Gorgoroth_Wallpaper_by_Mefistote-1

Símbolos… Desenhos e formas que mal damos valor diariamente, mas que exercem uma influência importantíssima no nosso subconsciente. Graças a eles, não precisamos perder tempo lendo nomes e nomenclaturas, para saber se estamos indo para onde queremos ou mesmo, se podemos ou não mexer em algo. Entretanto, com o passar dos anos, muitos símbolos vão perdendo o sentido ou são usados para uma proposta semelhante, mas que não é a original… É por exemplo, o caso de muitos ícones usados na informática.

quais crianças de hoje sabem o que era um disquete?

As crianças de hoje sabem o que era um disquete?

Embora a imagem acima ilustre bem o que quero dizer, o foco dessa bagaça são os símbolos milenares ou mesmo aqueles bem antigos, originários de uma sociedade com princípios e cultura bem diferente da nossa atual. Dando uma olhadinha nas interwebs, descobri que existem diversas páginas falando sobre esse tema, algumas com boas informações, outras zoadas e por sua vez, algumas de cunho religioso e fanático, que aceitam apenas a sua versão como a verdade… Para diferenciar um pouco, resolvi abordar primeiramente símbolos muito conhecidos da nossa sociedade e que são usados com muita frequência por nós. Vamos a primeira parte dessa lista!

Máscara de Guy Fawkes

simbolos

Figurinha presente em muitos protestos e manifestações atualmente. Ela se tornou um símbolo mundial contra a corrupção e abuso de poder por parte do governo e autoridades. Para todos que desejam a quebra drástica, rápida e efetiva do Estado e de todas as estruturas, materiais e não-materiais, o personagem principal de “V de Vingança” (Título nacional), é um exemplo. O personagem é um anarquista que luta exatamente por esses objetivos. Entretanto, ele não compactua com os ideais de Guy Fawkes, a pessoa que inspirou o visual da máscara, apenas faz uso de sua imagem estilizada e seu plano explosivo.

Embora Fawkes realmente tenha se revoltado com o reinado de Jaimes I, que esbanjava o dinheiro público enquanto o país sofria de corrupção, aumento excessivo de impostos, perseguição aos católicos e depravação, sua ideia não era apenas destruir uma ditadura fascista, mas sim, instaurar uma que estivesse mais de acordo com seu ponto de vista religioso… Lembrando que Fawkes era um soldado fiel a Espanha e a Igreja Católica. Seu objetivo era acabar com a revolução protestante na Inglaterra, restaurando assim a dominação católica.

Ou seja, o homem que deu origem ao símbolo, não estava lutando pelos interesses do povo em geral, mas sim pelos católicos da Inglaterra.

Leia também: A CARA DOS PROTESTOS: QUAL O SIGNIFICADO DA MÁSCARA?

Símbolo da paz

1243808606301_f

Usado comumente em adesivos, pingentes, estampas de camisa e tatuagens, o símbolo adotado mundialmente para a paz, não tem o significado glorioso que imaginamos… O símbolo da paz foi criado em 1958 pelo artista e designer britânico Gerald Holtom, que tentava representar o desespero que ele sentia diante da construção de armas nucleares na Inglaterra.

o artista decidiu utilizar as letras N e D (do código homógrafo), que significavam “nuclear disarmament”, ou seja, representavam seu desejo de que o desarmamento nuclear se tornasse realidade. Seguindo a posição das bandeiras, as letras formavam o desenho interno do símbolo, que ganhou um círculo em volta para representar o planeta.

3391280097114315

Em suas próprias palavras, seu logotipo foi concebido para ser um “ser humano em desespero”. Além das letras, os traços internos poderiam ser vistos como parte do corpo de um boneco de palito, com os braços para baixo representando um homem que perdeu a esperança em um mundo enlouquecido.

Acreditando que o símbolo que havia criado representava ideias e sentimentos que pertenciam ao mundo naquele momento, Holtom não registrou os direitos da imagem e devido a isso, o símbolo acabou ganhando interpretações variadas, sendo que a mais popular delas é a paz. Depois disso, Holtom acabou se arrependendo de ter criado o símbolo e sugeriu que a imagem fosse virada de ponta cabeça para que exibisse uma pessoa com os braços erguidos em sinal de euforia. Dessa maneira, o elemento seria formado pelas letras U e D, que significariam “unilateral disarmament” (desarmamento unilateral), o que seria igualmente apropriado, segundo ele.

Suástica

Fonte da imagem Reprodução-Jan S. – Shutterstock

Fonte da imagem: Reprodução/Jan S. – Shutterstock

Holtom pode até ter se decepcionado com o significado que deram ao seu logotipo, mas nenhum outro símbolo teve seu significado mais zoado que a suástica!

Todos sabemos que a cruz suástica, foi utilizada como símbolo máximo da identidade ariana. Mas o que muitos desconhecem, é que esse símbolo já era usado muitíssimo antes, sendo encontrada em quase todas as culturas antigas e primitivas do mundo, desde o período neolítico, no qual era inicialmente considerada um símbolo religioso. Dessa maneira, o símbolo foi encontrado nas catacumbas cristãs, na Bretanha, Irlanda, em Micenas e na Gasconha; entre os etruscos, os hindus, os celtas, os gregos e germânicos; na Ásia Central e em toda a América pré-colombiana (astecas, maias, toltecas, dentre outras).

Na Índia, a suástica representa um símbolo muito popular que significava o “auspicioso”, associado à Buda, sendo utilizada em diversas cerimônias religiosas. Não obstante, no hinduísmo, a suástica está associada com Ganesh, divindade da sabedoria.

Existem dois tipos fundamentais de suástica: aquela cujos braços apontam para a direita (masculino) e outra contrária (feminino), significando respectivamente o impulso cósmico evolutivo e involutivo. Para o hinduísmo, de onde vêm algumas das representações mais antigas do símbolo, a suástica representa o deus Vishnu até hoje, representado-o quando aparece “girando” para o sentido horário e, no sentido anti-horário, representando o deus Kali.

Infelizmente, o uso desse símbolo está tão fortemente ligado ao nazismo, que sempre quando é visto, causa aversão e repudio.

Cruz

light_over_cross_2

A cruz é outro símbolo icônico que ganhou um novo significado devido a um fato histórico, ocorrido que mudou o mundo e a forma como vivemos as nossas vidas até hoje. Esse símbolo milenar representa a boa sorte de quem o carrega e embora ainda possa ser usado com esse propósito, a ideia que esse símbolo passa de imediato, é a história de fé, sacrifício e salvação, desempenhada por Cristo.

O crucifixo ou Cruz Episcopal, é o símbolo supremo da fé cristã, estando presente em igrejas, capelas, monastérios e templos. Entretanto, a cruz já era utilizada por povos da antiguidade, do período neolítico e, posteriormente, pelos egípcios, gregos, celtas e os astecas. Além disso, apresenta uma grande variedade de formas, sendo também representada com um círculo em volta, simbolizando o sol e o ciclo da natureza.

Cruz invertida

wonka

Esse talvez seja o símbolo mais equivocado da lista…

Com a exceção do pentagrama com uma cabeça de bode, esse deve ser um dos símbolos satânicos mais populares no mundo! O símbolo representa o desrespeito e a rebeldia contra o cristianismo, chegando ao ponto de ser usado até mesmo em tatuagens.

Tudo bem que a ideia de crucificar alguém de ponta cabeça, é algo estupidamente perturbador, mas o que muitos desses “satanistas” não sabem, é que esse é um dos principais símbolos cristãos!

A cruz invertida é, na verdade, a marca pessoal de São Pedro, o primeiro Papa, e uma das figuras mais reverenciadas na tradição católica. Ela simboliza a humildade cristã, tendo em vista que quando Pedro foi sentenciado à crucificação, ele pediu para ser crucificado de cabeça para baixo, porque não se sentia digno de morrer da mesma forma que seu mestre Jesus.

pope-cbs

Pela lógica dos satanistas, o Papa era um defensor das suas causas! rss

Coração

desenho-romantico-coracao

Aaah o amor! O último elemento necessário para evocar o Capitão Planeta, é um dos símbolos mais universais que possuímos. Presente desde cartas de baralho, cartinhas de amor, tatuagens e até portas de banheiro masculino (transpassado não por uma flecha, mas sim por um pênis…), esse elemento que simboliza o amor, mal se parece com um coração real, mas por que?

Deixei esse por último, exatamente por não existir uma resposta definitiva e comprovada, que explique as origem do símbolo. Existem sim, diversas teorias e algumas são bem inusitadas. Dentre elas, a mais convincente diz que o símbolo nunca foi criado para ser um coração em primeiro lugar, mas sim um contraceptivo do antigo Império Romano.

O símbolo não representaria o músculo responsável por bombear o sangue para todas as partes do corpo, mas a semente da planta silphium, uma erva que os romanos da antiguidade valorizavam por suas capacidades de controle de natalidade (planta que quase foi extinta devido ao seu uso exagerado). Representações da semente da planta foram generalizadas em todo o Império Romano, até o ponto em que ela apareceu cunhada nas moedas da época. Essa medida teria sido tomada como forma de prevenção, advertindo o povo que essas sementes poderiam evitar filhos bastardos… Se for verdade, então podemos dizer que o símbolo universal do amor começou como um incentivo ao sexo livre e sem compromisso.

Embora seja a mais aceita, existem ainda muitas outras possibilidades, entre elas, formatos de folhas, o desenho que se forma quando cisnes se beijam, dois corações reais unidos e a hipótese que eu mais gosto:

coracao_bunda

Existem teorias que afirmam que o símbolo que usamos hoje, é na verdade uma representação de uma voluptuosa bunda ou mesmo, segundo os próprios romanos, uma bolsa escrotal!!!!!

Vire o coração de cabeça para baixo…

Depois eu volto com a segunda parte da lista, outros símbolos e seus reais significados. Não deixem de comentar se conhecem algum outro símbolo assim!

Aproveite e siga o Vambebe no Facebook, no Twitter e também no Google+.

COMO DIFERENCIAR REMAKE E REBOOT?

Muitos de vocês devem ter a dúvida do que é de fato um remake e um reboot. Muitos até acreditam que são a mesma coisa e isso não é uma dúvida tão incomum, percebo que até mesmo críticos e entendedores de cinema comumente se confundem com os termos! Depois de uma conversa com o Nick (um dos editores do Vambebe) resolvi fazer uma matéria explicativa sobre o tema.

remake reboot

Hoje em dia produzir remakes e reboots está na moda em Hollywood, muitos afirmam que isso é falta de criatividade dos estúdios, que aproveitam uma história pronta e simplesmente a refazem (aproveitando poucos ou muitos dos elementos do filme original). Outros defendem que essa prática visa atualizar o público moderno, apresentando histórias consagradas, mas de uma forma mais atual. Existe ainda filmes que são produzidos com a finalidade de corrigir ou fazer com que o original caia no esquecimento!

Mas como distinguir um do outro?

Remake

Traduzindo para português, a palavra remake significa refazer, reconstruir, voltar a fazer e é exatamente esse o intuito. Quando um filme antigo (as vezes nem tão velho) é refilmado, mas se mantém totalmente baseado na mesma história, esse filme é considerado um remake.

Um bom exemplo de remakes são o “King Kong” (2005) do diretor Peter Jackson, que é um remake do clássico de 1933 e a refilmagem clássica é “A Fantástica Fábrica de Chocolate” de Tim Burton, refeita com base no filme de 1971. Um remake mais atual é o “RoboCop” do brasileiro José Padilha, o título original é de 1987.

O Vingador do Futuro (Total Recall) original é de 1990

O Vingador do Futuro (Total Recall) original é de 1990

Reboot

Traduzindo para o nosso idioma, reboot significa reinício, reinicializar. Esse tipo de refilmagem normalmente acontece quando o título original não agrada ou demonstra problemas para uma possível continuação, sendo assim, o filme original é esquecido e a franquia é reiniciada com um novo elenco, outra dinâmica e com a história tomando um rumo completamente diferente.

Um bom exemplo disso é “O Espetacular Homem-Aranha”, filme que reconta a história do cabeça de teia com novos atores, outro roteiro, novos vilões e estilo diferente, tentando assim não fazer ligação com a trilogia filmada por Sam Raimi. Outro bom exemplo é “Batman Begins”, filme que trouxe de volta Batman às origens com uma pegada mais séria, reiniciando a franquia que começou em 1989 estrelada por Michael Keaton e que teve diversos outros reboots (Sendo que “Batman Begins” é reboot de “Batman & Robin” de 1997).

O Homem de Aço (The Men of Steel) é um reboot

O Homem de Aço (The Men of Steel) é um reboot

Durante a conversa que gerou a ideia de fazer a matéria, dei um exemplo que pode ajudar a lembrar a diferença de um remake e um reboot:

“Quando você está usando um computador e resolve desliga-lo para ir dormir e volta a liga-lo no dia seguinte, isso é um remake e quando você está usando o computador e precisa reinicia-lo para reparar um erro do sistema, isso é um reboot!”

Espero que esse post tenha ajudado a acabar com as dúvidas sobre o assunto, deixe um comentário falando o que achou da matéria e se ainda tem alguma dúvida!

Aproveite e siga o Vambebe no Facebook, no Twitter e também no Google+.

Fonte de Inspiração: Revista Geek

KOTOBUKIYA: FIGURA DO DEADPOOL ESTÁ A CAMINHO!

Agora a Kotobukiya avacalhou de vez… Já vi que vou ter que começar a juntar mais dinheiro! Tudo porque a empresa resolveu lançar a figura ArtFX+ do mercenário tagarela…

10492070_912494842100246_7659143691441744719_n

Quando acho que minhas economias são o suficiente para começar a comprar as figuras do Flash, do Hulk e do Homem de Ferro que tanto quero, a Kotobukiya resolve lançar mais uma figura fodástica que vou ser obrigado a comprar… Assim como fez com a sua linha ArtFX+ da Liga da Justiça, a empresa japonesa começará a expandir sua linha baseada nos Vingadores, e o primeiro personagem a dar as caras, é ninguém menos que Deadpool!

Inspirado na série ArtFX+ Marvel Avengers”, esculpida pelo artista Junnosuke Abe e concebidos a partir da arte conceitual de Adi Granov, o irreverente Deadpool ganha vida através da obra de Stefano Caselli. Confira:

10487279_912358555447208_2462441614103436259_n

10417464_912494855433578_9124547887863003467_n       10552460_912494928766904_2147620184661531316_n

1912474_912495075433556_102243616068588272_n       10561546_912494988766898_2411480942677835406_n

10351392_912495078766889_7236534291474225723_n

Essa frase me define nesse momento!

Até o momento, a Kotobukiya não liberou nenhum dado técnico da figura. Entretanto, ela deve manter as mesmas proporções e valores das demais figuras que seguem a linha ArtFX+.

“Deadpool ArtFX+” ainda não tem previsão de lançamento, mas assim que sair uma novidade sobre a figura, estarei atualizando a matéria.

Aproveite e siga o Vambebe no Facebook, no Twitter e também no Google+.