A MORTE DAS CORES NOS UNIFORMES DOS HERÓIS

Como havia prometido, o Vambebe está de volta! Com posts mais longos, mais elaborados e menos formais, o nosso ponto de vista ficará mais evidente e mesmo que fique uma bosta, vamos fazer de tudo para continuar mantendo essa joça no seu devido rumo. Pegue o seu caneco de cerveja e aproveite… ou não.


 O pretinho básico não é uma opção só daqueles que querem parecer mais magros, tão pouco, dos metaleiros de plantão. A verdade é que o preto é tão versátil, que cada vez mais, até mesmo os super-heróis estão optando por um tom mais “dark” em seus modelitos. Mas até onde essa onda emocore é válida?

501c3349df4a1

Durante as últimas décadas de quadrinhos, os uniformes dos super-heróis passaram por diversas adaptações, algumas para melhor… outras nem tanto. Acredito que o maior problema dessas mudanças, foi a gradativa morte das cores características que definem a identidade visual do personagem. E agora com os heróis se consolidando no cinema, a tendência que Hollywood tem seguido até então é simplificar os uniformes, descolori-los e deixá-los menos chamativos. Tudo para se enquadrar em uma temática mais real, logo, mais próxima do espectador.

Tem sido bem comum vermos tanto as HQ como os filmes, adotarem esse tom mais realista, lembrando que em um mundo monótono como o nosso, se um sujeito se veste com um uniforme colorido, é logo taxado como um maluco que quer chamar atenção! Atualmente, a aposta mais comum das produtoras é dar um tom mais sério e sombrio aos heróis. Um bom exemplo disso, é a trajetória que a DC/Warner vem traçando nas telonas.

Quando pensamos em uniformes pretos, o figurino dos três primeiros filmes de X-Men vem a cabeça quase que instantaneamente, mas essa moda “Men in Black”, surgiu bem antes e nos próprios quadrinhos! Posso até estar errado, mas acredito que tudo começou com o cabeça de teia.

spiderman-wallpaper-iphone-6

1984 e 1985 marcaram definitivamente a vida do nosso querido (e ferrado) Homem Aranha, já que nessa época era lançada a tão aclamada Guerras Secretas, onde o amigo da vizinhança encontra o bendito uniforme negro, ou se preferir, o simbionte. Literalmente, essa mudança no herói foi um divisor de águas, chamando atenção dos leitores que gostavam desse visual mais dark e violento. Tanto que no auge da fama, o Aranha desenhado por Todd McFarlane vendeu 1 milhão de exemplares, em 1988, uma vendagem considerada um recorde até hoje.

 Em 1987, Quando o Capitão América se desentendeu com o governo, o herói devolveu seu uniforme e escudo, alegando que a “marca” Capitão América fora criada por eles. Com a ajuda de Tony Stark, que lhe desenvolveu um novo escudo, o herói adotou a identidade de Capitão, trajando uma roupa preta com listras vermelhas e brancas.

1799221-usagent

A DC parece ter gostado dos visuais, tanto que em 1992, seu personagem mais famoso também se rendeu ao “pretinho básico” em “Ressurreições” (Superman 81), durante a saga O Retorno do Super-Homem. Fruto de uma jogada de marketing onde heróis morrem e ressuscitam, trocam de uniformes, ganham outros poderes ou perdem os originais, Kal-el volta do mundo dos mortos (depois de ser escorraçado pelo vilão Apocalypse) vestindo um uniforme preto, sem capa e com o “S” cromado.

Superman-Suit-History-Return-Black

Desde então, essa merda desandou e sempre que um personagem sofria uma mudança de comportamento, o preto estava lá presente nos uniformes e se fosse somente nesses casos, não haveria muitos problemas, tanto que essas mudanças sempre foram temporárias. Entretanto, o preto vem sendo comumente adotado quando um herói abandona seu posto e outro entra no lugar… será que não tá faltando um pouquinho de criatividade ai não?

 Após a saga Guerra Civil (2007), antes de morrer, o Capitão América deixou uma carta com Tony Stark pedindo que o escudo fosse passado para alguém que mantivesse o símbolo da liberdade vivo. O escolhido foi seu antigo parceiro, Bucky Barnes, que passou a vestir um traje negro e um peitoral que lembra uma armadura, abolindo as velhas escamas e adotando um visual todo reluzente.

buckyevolution

Em 2011 após a morte do aranha Ultimate, fomos apresentados a Miles Morales o novo Cabeça de teia, que ganhou um traje (também preto) desenvolvido pela Shield (que é até mesmo a prova de balas!) e ainda no mundo do Aranha, temos também o odiado Homem-Aranha Superior, cujo o azul do uniforme original foi substituído pooor? Pois é, preto…

Miles_Morales_(Earth-1610)_0005 cópia

Não me entendam mal, eu adoro a cor preta, mas tudo em demasia enjoa. Sinto falta dos uniformes todos coloridos e chamativos (por mais idiotas que fossem…)

E o que você acha? As mudanças atuais são válidas ou você concorda que os uniformes mais clássicos ajudam a definir a personalidade do herói?

Aproveite e siga o Vambebe no Facebook, no Twitter e também no Google+.

Anúncios

Não poupe comentários. Fale bem ou fale mal, mostre a sua opinião!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s