PROJETO DE LEI PREVÊ O FIM DA PUBLICIDADE NOS CANAIS INFANTIS

Como se a programação infantil na TV aberta já não estivesse ruim o suficiente, agora o alvo são os canais pagos e suas propagandas malignas que deturpam o raciocínio e influenciam as crianças…

publicidade-criança

Tento me convencer de que nossos políticos são capazes de fazer coisas boas por nós e não só nos ferrar literalmente, mas eles insistem em nos decepcionar e deixar evidente o quanto são incompetentes. O projeto de lei 702/11, de autoria do deputado Áureo (SDD-RJ), visa proibir qualquer tipo de publicidade infantil nos canais pagos e abertos das 7h às 22h, sob alegação de que as crianças são influenciadas facilmente e precisam ser protegidas. (O projeto se assemelha ao Projeto de Lei 5921/01, do deputado federal licenciado Luiz Carlos Hauly, que já roda a bastante tempo pela câmara)

De uma forma bem superficial, o projeto até parece bacana. Mas além do fato de que isso seria uma forma de censura, a ideia obviamente afeta a forma que a TV se sustenta. Tanto que esse projeto de lei já está sendo duramente criticado por anunciantes e representantes dos canais pagos e abertos, que alegam que caso a proposta seja aprovada, os canais infantis vão desaparecer. Segundo nota publicada pela Folha de São Paulo, a proposta vai banir as crianças da TV, pois as emissoras apostam em atrações sustentadas por publicidade.

Embora o projeto, que deverá ser votado na Câmara ainda este semestre, afete a TV de modo geral, o dano seria muito maior nos canais pagos, onde praticamente todos os canais infantis lotam seus intervalos com publicidade. Para a TV aberta o dano seria mínimo, já que gradativamente a programação infantil está sumindo da grade de programação como já havia comentado aqui.

Uma coisa é certa, da hora que acordamos até o momento de dormir, somos bombardeados por publicidade e com as crianças não é diferente, mas o que deve ser feito a respeito? Proibir? É óbvio que não, o correto seria uma regulamentação envolvendo quantidade e repetição de anúncios, assim como métodos de persuasão usados nele. Embora acredite que a presença e instrução vinda dos pais é ainda mais importante do que qualquer lei superprotetora.

O que você acha desse projeto de lei? Não deixe de comentar!

Aproveite e curta o Vambebe no Facebook, siga-nos no Twitter e também no Google+.

Anúncios

Não poupe comentários. Fale bem ou fale mal, mostre a sua opinião!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s